Google+ Badge

sábado, 29 de outubro de 2011

Elefantes no Telhado






Antigamente era comum vermos elefantes de pedra adornando telhados principalmente da zona norte.
Hoje em dia isso está cada vez mais raro de se ver. Estes estão em perfeito estado, fica em Braz de Pina, proximo a linha do trem. Outra curiosidade era que ele sempre estava de costas para a rua.  

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Cine Olaria ll

Ficou pronto o projeto que transforma o antigo    Cine Olaria em centro cultural.


Ficou pronto o projeto que transforma o antigo Cine Olaria em centro cultural. Foto Divulgação
Foto Divulgação
Ficou pronto o projeto que transforma o antigo Cine Olaria em centro cultural. Foto Divulgação

Foto Divulgação

De acordo com Ancelmo Gois na sua coluna em O Globo.


Desativado há 13 anos, o antigo Cine Olaria será transformado em centro cultural. Lojas, bares, restaurantes e novas salas de cinema vão ocupar os três mil metros quadrados de área, numa reforma orçada em R$9 milhões e comandada pela Secretaria estadual de Obras, de Luiz Fernando Pezão. O projeto (veja a ilustração) contempla, ainda, a urbanização dos acessos, criando uma via de pedestres e promovendo, até que enfim, a tão esperada revitalização da Rua Uranos, uma das principais da Leopoldina e casa do famoso Cacique de Ramos. Ponto para a cultura!

Cine Olaria


                                                             Cine Olaria
                                                                        


Foto da década de 70 - reprodução

O número 1474 da Rua Uranos, mais conhecido como Cine Olaria, pode voltar a encantar em breve.

Há 13 anos fechado e servindo de depósito para o Grupo Severiano Ribeiro, o governo do estado estuda a compra do imóvel para transformá-lo no Centro Cultural Olaria, preservando a arquitetura do imóvel, construído em 1920.

O projeto prevê duas salas de projeção com 890 lugares, um museu digital sobre a região, restaurantes, bares e lojas e será opção cultural para o todo o subúrbio da Leopoldina.


O cinema antes de chamar-se Olaria tinha o nome de Cine Santa Helena.
Há pouco estava sendo anunciado para venda no site ZAP , apenas como um local de 3200 m2, à bagatela de 2 milhões de reais.
Ainda bem que não apareceu comprador, tomara que esse projeto do governo realmente saia do papel, Olaria e toda a Leopoldina precisa de centros culturais.