Google+ Badge

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Itacolomi - O bairro que sumiu do mapa

                                 

Se em algum futuro distante, contarem que um bairro inteiro da Ilha do Governador, deixou de existir, certamente será considerada como mais uma lenda urbana.
No entanto, Casas, escolas, campinhos de futebol, um clube chamado Cruzeiro e até mesmo algumas amizades foram separadas em nome do progresso, quando o Itacolomi passou a ser apenas uma saudade. 



                                         Ruas do bairro enfeitadas para a Copa de 1970   


A origem do bairro remonta a época das fazendas dos Beneditinos e das Colônias de alienados, as quais se instalaram no Galeão até a década de 20.
Até o final dos anos 60, a região do Itacolomi manteve as características de uma zona rural. Casas baixas, áreas verdes preservadas e principalmente muita amizade entre os moradores. As ruas sem calçamento eram um convite a se andar descalço.
Com a construção do Aeroporto Internacional, na época conhecido como “supersônico” , toda a região foi arrasada e seus moradores alocados em outros locais .
Sob a justificativa de que as obras do Aeroporto Internacional precisavam avançar (o que nunca chegou a acontecer de fato),o governo desapropriou as casas, derrubou tudo e o Itacolomi passou a ser apenas uma lembrança na memória de seus moradores. 



Restos do casario demolido e até mesmo da Escola que lá existiu ainda são visíveis, passando-se por uma abertura no muro que separa a área do aeroporto. 


                           Itacolomi hoje, abaixo o aeroporto Antonio Carlos Jobim
                                     
Essa historia ainda não terminou de ser contada, existe uma comunidade no orkut chamada Itacolomi anos 50 a 90, em que os antigos moradores contam como era viver nesse lugar.




22 comentários:

  1. Dessa história eu nunca tinha ouvido falar. Será que a desapropriação de um bairro inteiro era mesmo necessária? Me parece um exagero. Talvez as autoridades acharam perigoso a proximidade com o novo aeroporto. Valeu.

    ResponderExcluir
  2. Com certesa não era necessario, lendo os comentarios da comunidade do bairro no orkut, da pra ver que eles gostavam muito de morar la. Não era uma favela ou uma area invadida, era um bairro mesmo.
    Desapropriou-se e nada foi feito no local.

    ResponderExcluir
  3. qual e acomunidade do orkut?

    ResponderExcluir
  4. Como eu disse acima, e a comunidade chamada Itacolomi anos 50 à 90.

    ResponderExcluir
  5. hoje é mato ... desfeito pela maldade do governo em ampliar o maldito do A.I.R.J que nem chegou a ser feito e nem será ...sempre visito mato a dentro e vou no terreno onde minha avó morou na rua quatro ...ou dr jasmelino...triste...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Ricardo, nos que moramos neste bairro, ficamos muito triste. Fui algumas vezes no Dr. Avenir que morava na rua da sua avó. Eu morava próximo ao Campo do Paraíso e próximo ao PECAER que ainda existe. Fico muito feliz em falar com moradores antigos do nosso bucólico lugar. Um abraço forte, Eliezer.

      Excluir
    2. Eu era vizinho do Avenir, pai dele Sr Francisco, familia muito boa, eu morava na Rua 4 (Dr Jasmelino), 370, que saudade

      Excluir
  6. Luiz Carlos da Colina.
    Só hoje estou conhecendo seu blog e essa linda homenagem a Itacolomi.
    A comunidade do Orkut foi criada por mim, com a intenção de manter esses ex-moradores interagindo e matando as saudades do nosso bairro.Morei la´por 24 anos e foram os melhores anos de minha vida.
    Obrigado pelo seu carinho nessa postagem e gostaria de conversar com você por email.
    aloberto8@gmail.com
    Um forte abraço,
    Aloysio

    ResponderExcluir
  7. Aloisio obrigado pelo comentario, acabei de colocar essa materia na pagina do facebook, um coração suburbano. Abraços.

    ResponderExcluir
  8. Rafael neto de amancinho e d nina o itacolomi tdo ele er uma grande familha ex tinha a melhor festa junina

    ResponderExcluir
  9. morei la ate meus doze anos estudei ate a quinta na nsra do loreto jogava bola na graminha morava na rua tres tive o desprazer de ver os tratores demolindo casas o melhor lugar que ja morei olha que ja rodei bastante ja tou com 25 anos e nunca me esqueci de la inclusive sonho direto com itacolomi ...saudades

    ResponderExcluir
  10. Morei em Itacolomy até 1971, fiz o primário na es Escola Nossa Senhora do Loreto, nossa Diretora D. Edila, que saudade, tínhamos de tudo no bairro, inclusive muita dificuldades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sr. Arildo, o senhor e filho de Hildo Ruas?

      Excluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. morei neste bairro por 19 anos inesqueciveis e vi as primeiras maquina de terraplanavem remover o morro onde fica o terminal 2. foi triste em ver este bairro sumir, com ela foi a amizade as lembranças de uma época magica. o tempo parava e as praias do itacolomi, só tenho ela em minhas lembranças, ficamos debaixo das folhas do mangueza existente em ambundancia naquela epoca , deslumbravamos aquela praia limpa. um pena, hoje tudo destruido.
    alcionesobrinho

    ResponderExcluir
  13. HOJE ,9 DE JANEIRO DE 2014, EU FUI NESSE BAIRRO DESERTO! POR SER AGENTE DE SAÚDE E DE TANTO OUVIR LINDAS HISTÓRIAS, FUI MATAR MINHA CURIOSIDADE! O QUE VI FOI MUITO MATO, ALGUNS VESTÍGIOS DE CASAS DESTRUÍDAS, E MUITO MATO! VI MUITOS POSTE DE LUZ, DANDO A ENTENDER QUE ERAM RUAS! MINHA AMIGA QUE MOROU NA RUA 3, AO REVER...CHOROU! E EU CHOREI POR DENTRO, POR NÃO TER TIDO A FELICIDADE DE UM DIA TER CONHECIDO ESSE LINDO BAIRRO!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo depoimento, bom saber que mesmo depois de um ano, as pessoas ainda olham esse tópico. Sinal de como esse lugar era inesquecível.

      Excluir
    2. Bom dia Yasmim. Fico imaginando por onde chegar, vindo da praia. Seria onde o muro foi arrombado? Sera que posso parar por ali? Se souber como, me deixe saber tambem?

      Excluir
  14. Amei minha etapa que passei em itacolomi. Morei na rua 5 e comprei muito doce na venda do Renato da rua4. E fora os amigos que fiz e outros que se perderam no caminho. Pena acabar assim um lugar que passei minha infancia toda e que meus avós criaram todos seus filhos e netos. ♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  15. MARIA DENISE DOA SANTOS3 de junho de 2014 16:20

    MOREI LA,,,CAMINHOES SUBINDO E DESCENDO>.ATERRANDO AS PRAIAS MUITO TRISTE,,PRA NADA,,AGORA SO MATO,,,

    ResponderExcluir