Google+ Badge

sábado, 21 de julho de 2012

Braz de Pina - 48 anos depois


Na foto acima de 1964, do facebook de Claudio Renato Passavante, vemos o cruzamento da av Arapogi com a Rua Iricumé. A ponte estava em péssimo estado de conservação, sem proteção nas laterais. Deve ter caido muito carro dentro do rio. Alias eu vi muito carro cair dentro desse rio. A esquerda vemos uma ponte de madeira para pedestres, que era bem comum até os anos 80. Dava muito medo atravessar, ja que geralmente faltavam pedaços no meio da ponte. Hoje existe apenas uma, de ferro e com proteção nas laterais, proxima a Escola Maria Fumaça.
O onibus era tipo lotação, provavelmente não existe nenhum similar hoje em dia. Na foto aparece apenas uma arvore plantada na margem do rio, bem diferente de hoje em dia.  



Na foto atual, tentei achar o mesmo angulo do fotografo de 1964. A ponte está bem conservada, as margens estão arborizadas e a prefeitura faz um bom trabalho de manutenção cuidando da capina e poda das arvores. So falta agora despoluir o rio, como era antigamente, mas isso já é bem mais dificil, ja que o esgoto da Arapogi é despejado nele sem nenhum tratamento. Detalhe para o predio em destaque que continua la, agora com outra cor.
Será que a arvore solitaria da foto de 1964 é essa que aparece na foto atual?

6 comentários:

  1. A primeira foto expressa um dos piores períodos do bairro. Estava abandonado e em total decadência. Um esclarecimento: O esgoto das casas da Av.Arapogi não é despejado no canal de águas pluviais, Luiz Carlos. Pode ser até que haja algumas ligações clandestinas, mas isso é um problema geral, pois até mesmo na zona sul e Barra existem casos piores... A árvore antiga era um pé de espatódia. Antigamente, na época que Braz de Pina era considerada a Princesinha da Leopoldina, de 50 em 50 m, na beira do canal que era gramada existia uma árvore dessas, que dava um cacho de flores vermelhas. Nas calçadas, da Avenida Arapogi existiam pés de eucaliptos e as pontes, estreitas, como a da primeira foto eram cercadas por balaustres ou grossas correntes de ferro. No canal nadavam peixinhos...
    No mesmo prédio, ao fundo existia uma imensa padaria que tomava toda a esquina. As mesas eram de vime com toalhas de linho branco. Os garçons serviam as mesas, de summer jacket. Mas isso já vão mais de setenta anos. Não foi da minha época... rs. Parabéns pelo seu registro. Continue!! O bairro está melhorando...

    ResponderExcluir
  2. Com certesa o bairro está melhorando, esse entorno do rio ja foi bem pior, como comprova essa foto de 1964. Apesar de tudo Braz de Pina ainda é um bom lugar de se viver

    ResponderExcluir
  3. A foto de1964 parece ser o cruzamento da rua Piriá com a Arapogi e aquele prédio parece a quitanda do Sr. Manuel que eu trabalhei em 1971

    ResponderExcluir
  4. tudo bem galera tb sou brazdipinense,já há muitos anos radicado em marica,o canal me trouxe muitas recordações seria legal se fosse postada uma foto antiga da escola são paulo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jose Luiz, temos fotos antigas da escola São Paulo, a própria foto de capa é da escola São Paulo, Turma da 4a serie de 1972.

      Excluir
  5. muitos anos de vida a todods de bras valeu bras de pina PADINHA

    ResponderExcluir