Google+ Badge

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O Castelinho da Penha




Quem conhece a Penha ja ouviu falar no famoso castelinho. Infelizmente hoje ele não existe mais, funcionando no local um estacionamento que preservou apenas os muros.
Eu cheguei a ver esse castelinho, abandonado, mas estava lá. Nem foto se consegue. Depois de muito procurar encontrei essas bem antigas.
Existem muitas historias e duvidas sobre ele, quem construiu, quem morou e o que foi feito dele.
Ele ficava na esquina da Av Bras de Pina com a Rua Jose Rucas, bem no Largo da Penha, foi construído com pedras cúbicas em estilo Medieval, por volta da década de '40, dizem por um comerciante local, que morou nele até a década de '50. Depois disso, foi parar nas mãos do governo que o transformou em um IAPC (hoje INSS).



Nesta foto da pra ver como o muro era bem cuidado, ve-se a torre e 2 pessoas na janela, alem de crianças na calçada. Foto provavelmente dos anos 40.


Esta foto da mesma epoca e rica em detalhes, ve-se a Igreja da Penha, na parte de baixo à esquerda nota-se os "portões" da Penha. A torre do castelo aparece bem definida.

Segundo o livro "Historias das Ruas do Rio" de Brasil Gerson, o castelinho foi construído para residência de Plínio de Oliveira (aquele que virou nome de rua), ou que era residencia  do Padre Ricardo (outro que virou rua) . Mais tarde um sobrinho chamado Mário Diogo  deste Padre Ricardo também morou no castelinho.   Este Mário Diogo foi o mesmo que fundou o Penha  F. C. (extinto).
Sabemos que ele foi parar nas mãos do governo, sendo utilizado pelo IAPC - Instituto de Aposentadorias e Pensões dos Comerciários. O IAPC foi criado durante o Estado Novo de Getulio Vargas e, após 1945, expandiu suas áreas de atuação, passando principalmente a financiar projetos de habitação popular nas grandes cidades.
Não tenho informação (por enquanto) da epoca que ele ficou abandonado, provavelmente nos anos 1970.
Nos anos 1980 ele foi demolido e apenas os muros ficaram de pé. Passou então a funcionar um estacionamento ali. Pena que naquela epoca não havia a preocupação de se preservar a historia da cidade. Talvez hoje ele ainda estivesse de pé e quem sabe sendo utilizado por alguma empresa.


E sobrou apenas o muro, aliás todo pichado, mas ainda da pra ver o que seria uma entrada

Outro angulo dos muros, na rua Jose Rucas, em frente agencia do Itau, antigo Banerj

Fontes:
Livro As Ruas do Rio de Brasil Gerson
Fotolog Rio de Historias

31 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu morei ate os 16 anos no bairro da penha na rua Montevidéu, estudei na E. M. Conde de Agrolongo, Colégio Filadelfo Azevedo, eu lembro de escutar minha mãe falar sobre o castelinho mais não recordo se cheguei a ver. mais esse blog e uma ideia muito boa é preciso que a população ajude com fotos antigas e relatos também porque é muito bom recordar, eu mesmo lembro do parque , Shangai e da escola conde onde fazíamos travessuras na sala enorme de teatro onde tinha um piano, lembro do cortume carioca e lembro quando os donos do cortume começou a comprar as casas de vários pais de colegas meus na época para aumentar o cortume que no final acabou não acontecendo e hoje tem uma enorme igreja evangélica. lembro do bloco carnavalesco disfarça e olha existia na época no bairro seria muito bacana se as pessoas colocasse fotos da época ou quem sabe ate filmagem se alguém souber de algum blog sobre a penha envia o link para mim (sergioorieva@yahoo.com) ( sergiorieva@bol) (. sergioorieva@gmail ) sergioaveiro@bol

      Excluir
  2. Demorei a conhecer o exato local desse Castelo, mas com as fotos seguintes consegui me localizar. Já guardamos várias vezes o carro nesse estacionamento e nunca imaginei que estava entrando num "Castelo", hehe.

    ResponderExcluir
  3. Nunca ouviu falar do castelinho da Penha? So conhece ele por causa do estacionamento?

    ResponderExcluir
  4. Conheci o Castelhinho quando estudei no Ginasio Estadual e Industrial Gomes Freire de Andrade, fui da 1ª turma, inaugurado em 1963. passava na sua frente, no seu tempo de auge, atiçava minha imaginação de criança.Depois, viu com pesar, a demoli~ção do castelinho, ficando so os muros, que viram a decadência a cada dia.

    ResponderExcluir
  5. Adorei seu blog. Parabéns !!!

    ResponderExcluir
  6. Parece que o poder público não gosta mesmo de castelos nas mãos da iniciativa privada...
    Em SP tem o Castelinho da Rua Apa (que dizem ser mal-assombrado...) e, como a família ali assassinada não tinha herdeiros, passou para as mãos da União e, depois de ter sido um órgão da Receita Federal, está em petição de miséria, mesmo sendo tombado pelo patrimônio...
    Busquem na internet e vejam do que falo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ja ouvi falar nesse castelinho de São Paulo, local do famoso crime da Rua Apa. Se não me engano o caso ainda não foi esclarecido.

      Excluir
    2. Sim. A solução oficial para o crime ficou muito mal explicada.
      Procure na internet e V. verá.

      Excluir
  7. Muito importante este resgate da memória do Rio! O tempo vai passando e tudo corre o risco de cair no esquecimento. Lutemos para que outros imóveis não tenham destinos idênticos mas sejam preservados para as gerações do presente e do futuro.

    ResponderExcluir
  8. triste... a Penha tem muitas historias boas..como o parque ary barroso..estão acabando com ele.

    ResponderExcluir
  9. EU TAMB PROCUREI ALGO SOBRE ESSA CASTELO . SÓ AGORA Q VI AQUI. OBRIGADO POR POSTAR. SAUDADE ... N SEI PORQ O DEMOLIRAM !

    ResponderExcluir
  10. Vinha procurando por fotos do castelinho por muito tempo e agora consegui achar, ouvi falar que este castelo pertenceu ao Conde de Agrolongo, que tem seu nome em uma rua do Bairro.
    Muito boa recordação, acho que devem ter mais fotos perdidas pois na época da festa da penha ele deve ter sido muito fotografado.

    ResponderExcluir
  11. É Certo que tem muitas fotos dele por ai, guardadas em gavetas ou albuns de familia. Acho que com o tempo todo esse tesouro irá ser compartilhado na internet. Vamos esperar.

    ResponderExcluir
  12. Esse Castelo esta no imaginario da minha infancia, obrigado por mostrar, ja procurei muito fotos dele, mas ele foi demolido ainda na decada de 70 com certeza, pois eu ainda estava bem no antigo primario, acho que foi na primeira metade da decada de 70... desde que foi demolido o local eh um estacionamento, hoje resta os muros para lembrar o crime que foi essa demoliçao, agora com a Estaçao do BRT que sera na Praça em frente, tenho medo que esses muros tambem vao ao chao..

    ResponderExcluir
  13. Sobre o Parque Ari Barroso eh uma vergonha o que estao fazendo com ele...haviam tirado uma parte dele para fazer a Upp, eu acho que daqui a pouco nao havera mais nada la, o interessante que ele eh um bem tombado pelo Estado.. e mesmo assim estao desfigurando totalmente ele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O maracanã tb é tombado e ai?!
      cara aqui no brasil é assim
      demoliram um castelo para construir um estacionamento, o orgulho de ser brasileiro

      como diz a letra da banda rpm

      O caso sudam, maluf lalau, barbalho sarney e quem paga o jornal eh a propaganda, pois nesse país é o dinheiro quem manda

      Excluir
  14. Muito bom lembrar da historia do subúrbio do Rio onde é rica ... Pena que este castelinhos foi demolido. E que hoje ( 12 . 2013 ) foram demolido parte do muro da frente e algumas arvores antigas que existiam no local foram cortadas. Tudo pelas obras que estão sendo executadas no bairro ( TRANSCARIOCA ). Lamentável mais a modernização é necessário e em certos casos nos traz tristezas.

    ResponderExcluir
  15. Estive há um ano na Penha e fiquei triste ao não ver mais o Castelinho. O pior é saber que foi substituido por estacionamento, coisas da atualidade onde o carro é quem manda nas cidades

    ResponderExcluir
  16. Morei em Braz de Pina de 1938 a 1950. O ônibus 39 que ia até a Praça Tiradentes passava pelo castelinho. Era uma referência no bairro da Penha.

    ResponderExcluir
  17. Estava exatamente procurando por informação e fotos pois eu o vi quando criança, e até hj não entendi o pq da demolição, quando comento a maioria não o conheceu e nem pode imaginar sua beleza e como seria interessante se ainda estivesse de pé, muito triste ver o estado acabando com a história, valeu !

    ResponderExcluir
  18. Com as obras do BRT, mais do muro castelinho veio abaixo, porque a Av. Braz de Pina foi alargada. A "torre' do muro ficou na esquina e apenas o muro do lado da José Rucas persiste. Para o lado da Braz de Pina, um muro de tijolo de concreto está sendo erguido. Coisa horrorosa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para piorar, o muro de tijolo de concreto está sendo construído em formato de muralha de castelo. "Coisa horrososa", como dizia o Agildo Ribeiro.

      Excluir
  19. Curti muito esse Castelo, eu e minha família passeávamos no Jardim da Penha e andávamos de bonde, de onde podíamos avistar o Castelinho com a sua imponência. Como faço parte dessa história, tenho orgulho de dizer que estudei na Escola da Venerável Irmandade de Nossa Senhora da Penha de França, ali realmente aprendemos cidadania além das disciplinas que serviram de base para toda uma vida. Até hoje tenho saudades do modo de aprendizagem escolar, rígido, mas eficaz. Apesar da cidade precisar de se modernizar, teriam que ter consciência do que é patrimônio natural e histórico e procurar preserva e conservar. Só restam SAUDADES!

    ResponderExcluir
  20. Obrigado pelo comentario Angela Ponciano, te convido a visitar nossa pagina no facebook Um Coração Suburbano, tenho certeza que voce vai gostar das fotos antigas da Penha.
    Abraços

    ResponderExcluir
  21. Minha família morou neste castelinho.Qdo já era o IAPC . Meu tio era chefe no IAPC, Fenelon Castelo Branco e minha família veio de Quixadá ficando hospedada no Castelinho em meados de 1951.

    ResponderExcluir
  22. Se vocês forem no acervo digital d’O Globo e pedirem na busca por INPS no ano 1972 tem uma foto frontal de close do prédio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiz isso e não consegui ver nenhuma foto do castelinho, voce teria o link exato? Ou consegue salvar essa foto, ficaria muito grato.

      Excluir
  23. O Castelo foi construído por um casal português,como lembrança da sua terra.Infelizmente o dono morreu logo após terminar a construção,inclusive não construi a piscina que seria no jardim,em baixo de uma árvore de tamarindo.Havia no jardim um enorme pē de jambo e logo atrás do portão ,um poço que,por segurança era fechado por grades de ferro.Entrava-se pela lateral e o endereço era Largo da Penha n' 1.No andar de baixo havia a sala de jantar ,que até a metade da parede ,era de jacarandá e até o teto a parede era de pó de pedra. Havia Ainda outras salas ,2copas e uma cozinha.Em redor uma varanda com piso de ladrilhos.Subindo a escada que era de mármore de Carrara, tinha 4 quartos e 1só banheiro,com louça preta e azulejos verdes.No quintal a garagem para 4 carros e um pombal.O pomar contava com diversas árvores frutíferas.É isso aí.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria V. obrigado pelo comentario tao rico em detalhes de como era esse castelo por dentro. Desculpe perguntar mas como voce sabe disso? Voce e sua familia tinham acesso a ele, conheciam os moradores? Mais uma vez agradeço.

      Excluir